Quais os benefícios e riscos dos hormônios femininos sobre os diferentes órgãos?

Atualizado: Jun 28

Com o avançar da idade os diagnósticos de Diabetes, Obesidade, Hipertensão Arterial, Infarto do Miocárdio, Osteoporose, Fraturas, Distúrbios Psíquicos, Alzheimer etc., são os mais frequentes e tendem a se agravar. Porém, todos são passíveis de prevenção. Essas Doenças estão associadas em graus variados à ociosidade, fumo, álcool e inadequados hábitos e costumes. Na fase senil, acima de 65 anos, se destacam como causas principais de mortalidade quatro principais sistemas: ósseo, cardiológico, endócrino e psíquico.


Sendo o Climatério um período, até o momento, com duração de vinte cinco anos (40-65 anos), que antecede a derradeira fase senil (> 65 anos), que se revela como o momento ideal para as prevenções das enfermidades que mais acometem os idosos. Ao mesmo tempo é possível retardar o processo de aceleração do envelhecimento, por meio das medidas higiênicas, dietéticas, fisioterápicas e nutricionais que devem ser oferecidas e fazer parte da rotina basal de orientações. Todas poderão ser minimizadas quando realizamos a reposição hormonal de forma personalizada, realizando as dosagens plasmáticas que, quando adequadamente indicada e por produtos naturais, reduz a perda da proteína óssea (primeiro marcador de envelhecimento celular), além de colaborar na reversão das queixas neurovegetativas, oferecer vitalidade às atividades físicas, que geram grande desconforto e que agravam os sintomas cardiológicos.


Segundo a conclusão de um grande trabalho científico, após 6,8 anos de uso de hormônio feminino puro (estradiol), não de origem animal, beneficiou as enfermidades cardiovasculares e ainda diminuiu a incidência do câncer de mama. No entanto, como é de conhecimento, há mais 30 anos, existe contraindicação formal dos hormônios para as pessoas com antecedentes pessoais e familiares de doenças tromboembólicas e acidentes vasculares; a ciência nesses casos realiza o estudo do painel genético para mais de 40 genes, que possui relevância na decisão. Diante da resumida explicação fica fácil as pacientes entenderem que o período do Climatério é sinônimo de Medicina Preventiva da Senilidade Feminina. A mulher deve exigir amplas investigações, para ser observada como um todo, um ser humano pensante, e não apenas restrita ao aparelho genital e mamário.

17 visualizações0 comentário